Dia do Assistente Social é comemorado nacionalmente no próximo domingo

por: Vanessa Scaquete Cáceres
09 Maio 2022

Dia do Assistente Social é comemorado nacionalmente no próximo domingo (arte: Comunicação/CFESS)

A data de 15 de maio foi escolhida em razão da aprovação da Lei Federal n° 3.252/1957, por meio do Decreto do Conselho de Ministros n° 994/1962, que regulamentou e oficializou a profissão no Brasil, revogada mais tarde pela Lei Federal n° 8.662/1993. Nacionalmente, o Dia do Assistente Social é celebrado com temáticas que abordam as diversas lutas da categoria, aprovada nos encontros deliberados do Conselho Federal e dos Conselhos Regionais de Serviço Social. 
 
“Celebrar o dia 15 de maio significa dar relevância e visibilidade a uma profissão que, historicamente, tem lutado pela defesa intransigente dos direitos humanos e pela democracia. Além disso, celebrar é preciso, em tempos tão difíceis”, ressalta a presidente do Conselho Regional de Serviço Social – CRESS 21ª Região/MS, Joana Machado.
 
Este ano, a campanha vai ao encontro do trabalho das Assistentes Sociais, mulheres de luta, com o mote “Trabalhadoras do Brasil: somos e lutamos com elas”, enfatizando o protagonismo de uma categoria formada majoritariamente por mulheres e reforçando o seu compromisso na defesa dos direitos e das liberdades democráticas. E nesta atual conjuntura, de ataques aos direitos sociais e trabalhistas, é preciso destacar a contribuição destas profissionais na garantia dos direitos da população usuária, por melhores condições de vida e superação das desigualdades.
 
Segundo a presidente do CRESS/MS, é preciso contribuir com reflexões sobre a consciência de classe, a questão de gênero e, fundamentalmente, a defesa dos direitos e das liberdades democráticas, tão caras ao Serviço Social.
 
“Vivemos tempos de perda de direitos, da liberdade e principalmente, de uma obscuridade, difundida e defendida por esse governo, que impede as/os trabalhadoras/es de tomar consciência de classe. É preciso refletir sobre o espaço que ocupamos socialmente. A nossa categoria, por outro lado, é composta em sua maioria por mulheres, que além das dificuldades impostas socialmente, ainda enfrentam a questão de gênero. Enfatizar, portanto, o seu papel na defesa de uma sociedade mais justa, é valorizar essa mulher trabalhadora”, explica Joana Machado.
 
Mato Grosso do Sul possui cerca de 3.606 assistentes sociais, deste total 3.412 são mulheres, conforme os dados do sistema de cadastro do Conselho Regional de Serviço Social – CRESS 21ª Região/MS. Ou seja, 95% da categoria no estado é composta por trabalhadoras Assistentes Sociais, que atuam em diversas políticas sociais. 
 
Live em comemoração ao Dia do Assistente Social
O CRESS/MS transmitirá uma Live no dia 12/05 (quinta-feira), às 19h00, em seu canal no YouTube. O diálogo abordará o tema central da campanha deste ano e contará com a participação de mulheres assistentes sociais que atuam em diversas políticas e movimentos sociais